Últimos assuntos
» Ficha para Parceria
Ter Mar 29, 2016 4:23 am por Pawafuro Nara

» Testes de graficos e templates
Ter Jan 19, 2016 9:02 pm por Loola Klein Bäumler

» Dúvidas
Ter Jan 12, 2016 12:49 am por Annabeth Heaven

» Sistema de Julgamentos
Qua Dez 30, 2015 9:29 pm por The Mirror of Erised

» Flood
Qua Dez 30, 2015 5:19 pm por Hogwarts Castle

» Pega, Namora ou Passa
Qui Nov 12, 2015 9:33 pm por Dafne P. Malkovich

» Biblioteca
Sex Out 23, 2015 2:34 pm por Flora Bennett

» [1º Ano] Poções - 1ª aula
Qua Out 21, 2015 8:17 pm por Isabelle Donati

» Gabinete - Chefe de Departamento
Ter Out 20, 2015 11:56 am por Rhage Drakunov

» Ala Hospital
Ter Out 20, 2015 11:50 am por Sofia Redbird

» Gabinete - Chefe de Departamento
Qui Out 15, 2015 3:43 pm por Theodor Wolves

» Corredor da Tapeçaria
Qua Out 14, 2015 4:42 pm por William Hunter

» Sala Precisa
Ter Out 13, 2015 12:37 am por Jessebelle Styne Müller

» Aviso de Ausências
Sab Out 10, 2015 5:32 pm por Time Turner

» [1º Aula] 5º Ano
Sab Out 10, 2015 12:40 pm por Sofia Redbird

»  [5º Ano] Poções - 1ª aula
Sab Out 10, 2015 12:30 pm por Sofia Redbird

» Imagens/Gif's Engraçadas
Sex Out 09, 2015 9:38 pm por Dylan Blake

» [Todos Os Anos] Aula I - Tecnologia trouxa
Sex Out 09, 2015 12:38 am por Josh Styne Müller

» [5º Ano] DCAT - 1ª Aula
Qui Out 08, 2015 11:02 pm por Josh Styne Müller

» Gabinete - Chefe de Departamento
Qui Out 08, 2015 8:41 pm por Thomas Styne Müller

» Sala Vazia
Qua Out 07, 2015 2:49 am por Lavínia Parker Malkovich

» Estação Hogsmeade
Sab Out 03, 2015 9:09 pm por Melanie Corleone Lafont

» [4º e 5º Ano]Vôo - 1ª Aula
Sex Out 02, 2015 4:46 pm por William Gottschalk

» Cabine 003
Sex Out 02, 2015 3:45 am por Isabelle Donati

» [Cannons ]Personagens da Saga
Qui Out 01, 2015 11:43 am por Hogwarts Castle

» Cabine 002
Qua Set 30, 2015 11:47 pm por Josh Styne Müller

» Cabine 004
Qua Set 30, 2015 10:17 am por Melanie Corleone Lafont

» [FP] James Sirius Potter
Ter Set 29, 2015 3:59 pm por Hogwarts Castle

» [FP] Victor Styne Müller
Ter Set 29, 2015 3:58 pm por Hogwarts Castle

» FP- Alicia Parker
Ter Set 29, 2015 3:57 pm por Hogwarts Castle

» [FP] Silver Stroup
Ter Set 29, 2015 3:53 pm por Hogwarts Castle

» [F.P] - Ulysses Rolstroy
Ter Set 29, 2015 3:51 pm por Hogwarts Castle

» Fiscalização de Cargos
Seg Set 28, 2015 4:01 pm por Silver Stroup

» Varanda do Quarto Andar
Dom Set 27, 2015 6:21 am por Katherine Baker

» Cela Subterrânea de segurança máxima #1
Sab Set 26, 2015 3:16 am por Mia G. Turner

» Sala da Morte
Sex Set 25, 2015 4:12 pm por Thalia Klein Bäumler

» [FP] Katherine Baker (Loading...)
Sex Set 25, 2015 2:03 am por Katherine Baker

» [3º Ano] Vôo - 1ª Aula
Qua Set 23, 2015 6:59 pm por William Gottschalk

» Consultório
Seg Set 21, 2015 8:38 pm por Alicia Parker

» Sala de Reuniões
Seg Set 21, 2015 6:42 pm por Pandora Domaschesky

» Atualização do Perfil Bruxo
Seg Set 21, 2015 12:07 pm por Time Turner

» Cama ou Lama
Dom Set 20, 2015 6:05 pm por Nyx LeRoux

» Jogo policial
Dom Set 20, 2015 6:04 pm por Nyx LeRoux

» Feitiços - 1° ano
Sab Set 19, 2015 2:32 am por Thomas Miller

» [1º Ano] DCAT - 1ª aula
Sab Set 19, 2015 2:19 am por James S. Potter

» Atualização de Nome
Sex Set 18, 2015 9:02 pm por Time Turner

» Consultório I
Sex Set 18, 2015 7:08 pm por Alicia Parker

» Plataforma Nove e Três Quartos
Sex Set 18, 2015 6:42 pm por Henry Matthew Dallas

» Sala de Reuniões
Sex Set 18, 2015 4:06 pm por Mia G. Turner

» Sala de Internamento
Qui Set 17, 2015 9:49 pm por Jonathan Crandchamp


FP - Mia Wolves

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

FP - Mia Wolves

Mensagem por Mia Wolves em Seg Set 14, 2015 8:33 pm



Nome da Personagem






Dados Gerais


→ Nome Completo: Mia Alexander Wolves

→ Idade: 27 anos.

→ Data de Nascimento: 13/09/1988

→ Ocupação: Prisioneira

→ Nacionalidade: Britânica

→ Lugar de residência actual: Azkaban

→ Classe social: Alta.



D. PSICOLOGICA


Antes da prisão, Mia era uma doce garota, sempre sorridente, alegre, brincalhona, dificilmente chorava, ao contrário sempre tinha uma solução para todo e qualquer problema que surgisse exceto o fato de não compartilhar os ideais "puristas" de sua família, entretanto, tudo mudou depois da morte dos mesmos, onde ela traumatizada e aflita passou à desenvolver uma personalidade cheia de feridas, tornando-se um pouco insegura, solitária, muitas vezes sombria e de uma maneira mais do que sinistra, sua companhia era sua própria consciência dentro das prisões de Azkaban, passou à conversar sozinha, e ouvir vozes, suas emoções pareciam estar cada vez mais aguçadas, tudo era ampliado, até mesmo seu ódio e seu amor, desenvolveu um temperamento bipolar e mais infantil que as mulheres de sua idade, muitas vezes age como uma criança de 10 anos, não tem malícia e maldade de nada, as vezes age como se ainda tivesse a idade que foi presa, não sabe nada sobre o mundo lá fora durante o tempo em que esteve ali, talvez efeito de ser vítima de dementadores durante inúmeras vezes durante o tempo em que tem passado em Azkaban. Não tem amigos, mas sente falta de pessoas, principalmente dos irmãos, em especial Margot que agora era tudo o que ela tinha e a aguarda ansiosa durante todo esse tempo esperando que ela a visite. Além da Esquizofrenia e bipolaridade , ela é super emotiva, sendo que o mínimo pode fazer com que ela perca a paciência e tenha uma crise nervosa, é completamente instável, nunca se sabe quando está lúcida e quando não está. Mas ainda é extremamente inteligente, possuindo um intelecto muito superior ao da maioria dos bruxos da atualidade, sempre foi muito aplicada na escola, conhecendo tudo sobre Runas, Aritmancia e História da Magia.



D. FÍSICA


Provida de delicadeza e elegância, não possui uma estatura invejável, não é muito alta, mas também não é muito baixa, é magra, possui pernas bem torneadas e cintura fina, mas seios pouco volumosos, mas ainda assim atraente, graças à seus delineados e delicados lábios que se moldam com um sorriso cheio de vida e inocentes olhos castanhos num tom claro o suficiente para torná-los bastante expressivos, características que somadas a seu rosto delicado e de forma arredondada, faz com que ela ainda aparente ter a mesma idade que tinha quando foi para Azkaban.  


História


Numa noite comum, talvez mais fria do que o normal, um grito agudo e agonizante podia ser ouvido na sala da mansão dos Wolves, havia sangue espalhado pelo chão e a jovem moça não parava de chorar e gritar chamando pelos pais de modo desesperado como se estivesse abandonada, estava em pânico, suas mãos tremiam, seu rosto estava pálido enquanto era tingido por borrões escuros estampados por suas lágrimas que escorriam sem cessar por ele enquanto seus cabelos emaranhados tingiam-se em parte de sangue, sangue o qual também jazia em seu rosto, respingado. O vestido branco da garota tornava-se vermelho À medida em que absorvia o sangue que escorria dos corpos de seus genitores e ela parecia não saber o que fazer, enquanto parecia indecisa entre pegar a mãe e colocá-la no colo ou chamar ajuda de alguém, mas essa história não começou assim...

[...]

No dia 13 de Setembro de 1988, nascia a filha caçula dos Wolves, Mia Alexander Wolves, uma jovem garota de cabelos louros assim como os do pai Yerik e um sorriso que lembrava muito o da mãe Mila que a batizou com esse nome, simplesmente para que ela tivesse um nome parecido com o seu. Ela era o tesouro da família, a "escolhida", já que o único filho homem do casal não compartilhava das crenças puristas dos Wolves e Margot, a mais velha apesar de seguir os ensinamentos da família à risca e ser brilhante, teria muitas responsabilidades pela frente principalmente por ser a mais velha, com certeza ela assumiria a liderança da família Wolves quando estes viessem à dormir com seus antepassados, mas Mia, não ela era diferente, por algum motivo os pais acreditavam que ela poderia herdar um dom há muito perdido entre os ancestrais dos Wolves, o poder de guardar todo e qualquer segredo como um cofre blindado e reforçado por dentro e por fora à fim de impedir que qualquer um pudesse por as mãos nele, ela seria a guardiã dos segredos da família, foi escolhida para não apenas zelar por estes segredos, mas para zelar por tudo o que os comensais tinham ou sabiam, tudo à respeito da pessoa que substituiria o lugar de "Você sabe quem", ela não precisava ser talentosa, inteligente ou bonita, só precisava saber guardar segredos e ser leal à sua Senhora.

O futuro de Mia foi escrito por seus pais em seu nascimento e ela foi observada desde o início notando-se que ela realmente tinha um certo "talento" para se tornar o tal cofre de segurança que conteria todas as informações vitais à respeito dos comensais, ela era instruída desde bem pequena, dois, talvez três anos de idade à respeito das leis e da ideologia da causa dos comensais, ela sabia tudo, tinha estudado a vida inteira para isso, mas apesar de seu futuro ter sido traçado e definido por seus pais, ela não tinha essa tal lealdade para com eles e os comensais, ao contrário, Mia sempre sonhou em ser livre, fazer o bem às pessoas, amar, ser amada, crescer, se formar, se tornar uma enfermeira ou ministra ou até mesmo fazer parte da divisão de Aurores que serviam à comunidade dos bruxos.

O tempo foi passando enquanto a jovenzinha crescia e ingressava em Hogwarts, sua casa? Ravenclaw, talvez para desapontamento dos membros da família ou ao contrário, pois lá era o lugar das mentes mais brilhantes, talvez isso fosse um trunfo, mesmo que ela não fosse Slytherin como eles gostariam, para manter a tradição confirmando que ela tinha seus genes obscuros, mas não, o chapéu é quem escolhe pra onde cada um vai e foi pra lá que ela foi. Sempre foi muito bem cuidada pelos pais, principalmente por sempre fingir que era à favor de sua causa, não estava disposta à perder a ligação com seus genitores por revelar que não pensava igual à eles e nunca mais ser aceita como uma Wolves outra vez, essa possibilidade a assustava grandiosamente, portanto ela sempre manteve segredo, buscando apoio do irmão Theodor, fracassou por ela simplesmente se afastar da família deixando-a para trás, a pobre e indefesa irmãzinha a quem ele deveria ter ajudado, sido confidente, ouvido e descoberto que seus pensamentos à respeito dos tais "puristas" eram exatamente os mesmos, mas ele não o fez, ao contrário simplesmente sumiu, sem dar mais atenção ou responder à qualquer um dos postais que a pequena lhe mandava, isso fez com que a garota arrumasse uma nova ouvinte, amiga e mentora, sua irmã mais velha Margot.

Os anos iam se passando enquanto as capacidades de memorização e raciocínio lógico de Mia eram amplificados, ela nunca foi tão boa em vôo ou com criaturas mágicas, mas no que se diziam em lógica e capacidade de leitura de línguas diferentes ela sempre tirava as notas mais altas, para o orgulho dos pais e da família, ela estava realmente mostrando que eles não estavam enganados, era ela, a "Escolhida", a pequena caixinha de segredos que estava sendo e continuaria sendo usada para os fins obscuros dos Wolves, mas então veio a adolescência finalmente, 15 anos, um pouco de expressão, identidade aflorando-se e o enfado de fingir ser algo que não era, no dia em que fez 15 anos confidenciou à irmã sobre seus pensamentos à respeito dos pensamentos "puristas" da família e toda sua reprovação e repulsa, Margot por sua vez, achava aquilo inaceitável, entretanto guardou seus pensamentos fingindo apoiá-la como uma irmã mais velha faz, pobre Mia, mal sabia o que estava guardado para ela no futuro.

Os dois anos seguintes passaram com a aproximação maior das irmãs, Mia amava Margot, a amava talvez mais do que a si mesma, sentia confiança nela, sentia que ela era seu porto seguro, porém isso estaria pra mudar, dias depois do aniversário de 17 anos da moça que esteve ansiosa por aquilo durante quase toda a vida, o último ano em Hogwarts, estava prestes à se formar enfim, o que a deixava muitíssimo feliz, principalmente por ser a mais inteligente da turma, em suas matérias favoritas principalmente, a caçula da família estava pronta, ela estava próxima dos dias em que seria lhe revelado os maiores segredos sobre os comensais, todos eles, seus nomes, onde estavam infiltrados, pontos fracos e fortes, suas habilidades, árvores genealógicas, tudo era um código e ela por sua capacidade própria e inata aprendeu à decifrar sozinha, involuntariamente ela foi levada à isso, sabia tudo, inclusive à respeito daquela que seria conhecida no futuro com o"Dark Lady", sua identidade, até mesmo seu rosto ela já tinha visto, talvez a única no mundo bruxo atual que sabia sua real identidade, mas algo deu tremendamente errado, ela estava farta daquilo, disse à Margot que era hora de se impor e contar tudo à seus pais, não tinha mais medo, mas talvez tenha sido esse o maior erro de sua vida.

[...]

Lá estava Mia, chorando no chão da sala vendo seus pais mortos, foi um duelo injusto, pegos de surpresa por feitiços poderosos, um deles causou um sangramento grandioso em seu pai, sangue o qual espirrou até ela no momento em que Margot os matou, bem diante de seus olhos, no meio da discussão quando ela lhes contou sobre seus ideais e seu desejo de ir atrás de Theodor morar com ele, quando seus pais levantaram-lhe a voz desgostosos e furiosos com a atitude dela, ela estava prestes à levar uma grande lição, uma que ela jamais levou em toda a vida, tortura talvez, considerando os métodos dos Wolves, mas não teve tempo, pois a intervenção de sua irmã atrapalhou a conclusão das medidas de educação de seus pais, porém causou uma grande sequela na caçula que agora estava desolada, olhava para Margot como se pedisse socorro, sentiu que ela havia feito aquilo para protegê-la, usar uma maldição imperdoável em sua mãe e uma magia que causava hemorragia em seu pai era algo brutal, mas para Mia foi só instinto de proteção.

Ela chorava quando sua irmã pegou em seu rosto prometendo que tudo ficaria bem e que elas cuidariam uma da outra para sempre, porém, suas mãos estavam sujas de sangue e ela provavelmente iria para Azkaban por ter matado os próprios pais, Margot então a induziu à fazer o seguinte, assumir a culpa, afinal seus pais estavam mortos por causa dela, tudo foi pra protegê-la, mandou que Mia se entregasse ao Ministério como assassina de seus próprios pais e fosse à Azkaban, jurou ainda que jamais a abandonaria e a visitaria sempre que pudesse, no entanto, assim que a menor fez o que a mais velha ordenou à ela, os dias começaram à se passar sem que ela visse a irmã uma vez sequer.

Com 17 anos na prisão, Mia perdeu tudo, pais, família, amigos, condenada, uma assassina cruél, era assim que ela era conhecida, uma psicopata, então por esse motivo os dementadores a atormentavam mais do que aos outros, por ordens dos diretores de Azkaban, fazendo com que ela sofresse as piores dores e humilhações imagináveis pelo ser humano dentro daquela prisão. A garota começou à contar os dias, dia após dia, riscando a parede da cela enquanto ainda sozinha sonhava com o dia em que Margot viria visitá-la, mas esse dia nunca chegou. Os dias tornaram-se semanas, semanas tornaram-se meses, meses tornaram-se anos, e durante esse meio tempo a jovem ia crescendo e desenvolvendo o tipo de coisa que uma pessoa inteligente demais desenvolve quando está só e sendo atormentada dia e noite, transtornos psicológicos, medos, receios, ansiedades, histeria, Mia que outrora era sorridente e alegre, cheia de vida, agora era completamente louca, sendo tão instável que ao invés de fugir de um dementador agora ela os abraçava quando vinham para atormentá-la.

Por seu comportamento ruim e inúmeras tentativas de fuga da parte dela desde o início, foi colocada numa cela mais isolada que a maioria, a cela subterrânea, mais fria e úmida, mais sombria e assustadora que as demais celas, nem mesmo dementadores costumavam ir lá, passavam-se meses até que um deles fosse atrás dela. Sua fúria foi diminuindo, e nos primeiros anos a garota que gritava e faltava destruir as paredes do lugar, passou a se tornar mais aparentemente controlada, algo que foi avaliado pelos psicólogos do lugar, descobrindo que ela não estava completamente perdida em sua mente, ela ainda pensava e raciocinava como antes, talvez até melhor que antes, não estava realmente louca, ou será que estava? Ninguém sabia o quanto era fingimento e o quanto era real, afinal ela podia ter aprendido desses truques por puro instinto de sobrevivência, ela sempre foi inteligente e esperta aquilo podia ser mero fingimento desde que ela chegou, mas nada comprovado. Durante anos ela esperou até que então nos dias de hoje, falta apenas um dia para completarem 10 anos que Mia não vê a luz do sol ou as estrelas ou um rosto familiar e humano.

OUTROS DADOS


→ Pertences: N/A

→ Áreas da Magia em que se destaca: Feitiços, História da Magia, Runas Antigas e Aritmância

→ Varinha: N/A

→ Patronus: Corvo

→ Habilidades mágicas: Oclumência(Desejado)

→ Outras Coisas:

• Depois de anos aprisionada em Azkaban passou a apresentar distúrbios psiquiátricos (Hiperemotividade, Mentalidade atrasada e Esquizofrenia), porém ninguém sabe até que ponto a doença é real ou não








avatar
Sobre mim
Nome Completo : Mia Wolves

Perfil Bruxo
Ano Escolar:
Para mais informações
Ver perfil do usuário
Prisioneiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum